Pilotos IMS vão ao pódio na 2ª etapa e continuam na briga pelo título do Brasileiro 2016

pormarketing

Pilotos IMS vão ao pódio na 2ª etapa e continuam na briga pelo título do Brasileiro 2016

Gustavo Pessoa - Honda IMS

Gustavo Pessoa – Honda IMS

MX1 – 1ª bateria
Paulo Alberto, da Honda IMS cruzou a linha de chegada em terceiro na primeira bateria da Mx1. O português iniciou a corrida em sexto lugar e na segunda volta já havia subido uma posição. Na 12ª passagem, ele duelou com o inglês Adam Chatfield e ganhou a terceira colocação, que manteve até o final. Hector Assunção, também da Honda IMS, que foi o mais rápido dos treinos de sábado, sofreu duas quedas e acabou em 12º. Dos pilotos satélite Honda, Jetro Salazar, da Escuderia X (IMS), foi o segundo colocado.

MX1 – 2ª bateria
Na segunda bateria, Paulo Alberto lutou até o fim e conquistou a segunda colocação. O português perseguiu Jean Ramos, o primeiro colocado, até a bandeirada e cruzou logo atrás. Hector Assunção, que também protagonizou disputas emocionantes, se recuperou e foi o quarto. Jetro Salazar, da Escuderia X, equipe satélite Honda com patrocínio IMS, ficou em terceiro.


Mx2
1ª bateria
Gustavo Pessoa fez corrida de recuperação na primeira bateria da Mx2. O piloto da Honda IMS largou na quinta colocação e nos dez últimos minutos da prova começou a perseguição aos líderes. Em duas voltas ganhou duas posições e terminou em terceiro lugar. Seu companheiro de equipe João Ribeiro ficou em sexto. Enzo Lopes foi o vencedor e Fábio Santos chegou em segundo.

Dentre os satélites Honda, Leonardo Souza, da Escuderia X (IMS), partiu na frente, mas terminou em quinto. Caio Lopes, da Honda Ipiranga IMS Rinaldi, foi o oitavo, Carlos Evangelista, da Dunas, o 15º, e Leonardo Almeida, da Escuderia X (IMS), o 16º.

2ª bateria
Gustavo Pessoa terminou a segunda bateria da Mx2 na segunda colocação. O piloto Honda estabeleceu a volta mais rápida da prova (1min32s645) na perseguição ao líder Enzo Lopes, que venceu a corrida. João Ribeiro, também da Honda, chegou em quarto.

Dos satélites, Leonardo Souza, da Escuderia X (IMS), ficou em sexto. Caio Lopes, da Honda Ipiranga IMS Rinaldi, foi o décimo.


IMS Racing é uma equipe satélite Honda com patrocínio de Ipiranga, Rinaldi, Cobreq, La Fruit, Yoshimura, Blade Energy e Durag.

Sobre o Autor

marketing administrator